Hackers descobrem falha em WhatsApp e espalham vírus; empresa recomenda atualização

Por Ansa

Um grupo de hackers encontrou uma falha de segurança no WhatsApp e infectou vários aparelhos de celular com um spyware através de chamadas telefônicas. A própria empresa fez o alerta aos usuários nesta terça-feira (14).

O aplicativo de mensagens instantâneas é um dos mais populares do mundo e acumula 1,5 bilhão de usuários. A empresa acredita que "algumas dezenas" de aparelhos tenham sido atingidos pelo vírus, que foi descoberto no início de maio.

O spyware atua captando informações sobre as atividades do usuário na web e ativando as câmeras do celular. Os dados colhidos são enviados para uma terceira pessoa. "O spyware tem todas as características de uma empresa privada conhecida por colaborar com alguns governos e países para desenvolver ferramentas para espionar ativistas, advogados e jornalistas, além de fazer outros tipos de controles", disse um porta-voz do WhatsApp.

De acordo com a imprensa norte-americana, o spyware teria sido desenvolvido por uma empresa obscura com sede em Israel e chamada "NSO Group". O WhatsApp informou que a falha, que afetada dispositivos Android e Iphones da Apple, já foi corrigida na última atualização do aplicativo. "O WhatsApp incentiva as pessoas a baixarem a versão mais recente do nosso aplicativo, bem como em manter em dia o sistema operacional do seu telefone para se proteger contra possíveis ataques de segurança", disse a empresa.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo