Convênio entre condomínios e prefeitura vai integrar câmeras para monitorar SP

Por Metro Jornal

Um convênio entre a associação que reúne administradoras de condomínio de São Paulo e a Secretaria Municipal de Segurança Urbana será anunciado hoje e pode integrar ao projeto City Câmeras equipamentos de monitoramento de cerca de 15 mil edifícios.

A adesão ao acordo será individual em cada condomínio. Serão incorporadas ao projeto as câmeras voltadas para as ruas.

A AABIC (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo), entidade que firmará o acordo, estima que cerca de 80% dos condomínios tenham câmeras.

Para o presidente da associação, José Roberto Graiche Júnior, não só o próprio condomínio ganha segurança. “Todo o entorno fica mais seguro com o monitoramento das imagens.”

Lançado em 2017, o City Câmeras visa aumentar a vigilância por vídeo, tanto com equipamentos da prefeitura quanto com particulares que aderem ao programa. Atualmente, há 2.625 câmeras – 80% particulares que fizeram convênio.  Além da AABIC, a prefeitura diz ter acordo com a administradora Lello e com a USP.

Segundo a prefeitura, com essa vigilância integrada é possível flagrar e prevenir não só crimes mais violentos como pichações, furtos e descarte de lixo irregular.   


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo