São Bernardo reagrupa creches para criar 291 vagas

Cidade precisa atender 3.000 crianças de 0 a 3 anos que aguardam em fila

Por Vanessa Selicani - Metro Jornal ABC

O reagrupamento de espaços e atividades pedagógicas permitiu a abertura de 291 novas vagas em creches para crianças entre 0 e 3 anos em São Bernardo.

O estudo de capacidade das unidades realizado pela prefeitura já havia resultado 400 novos postos nas creches conveniadas no início deste ano.

O trabalho desta vez aumentou o atendimento em seis unidades próprias do município. São elas Euclides da Cunha (Vila São José), Guilherme de Almeida (Assunção), Manuel da Nóbrega (Jordanópolis), Odette Edith Périgo de Lima (Baeta Neves), Paschoal Carlos Magno (Taboão), Regina Rocco Casa 1 (Vila do Tanque) e Tereza Delta (Botujuru).

As vagas serão destinadas para as crianças que já estão na lista de espera, de acordo com o setor em que cada uma delas vive.

Entre os bairros com alta demanda que serão atendidos estão Farina, Silvina, Represa e Batistini.

São Bernardo tem cerca de 3.000 crianças entre 0 e 3 anos que aguardam por uma vaga em creche. O Ministério Público de São Paulo pressiona a prefeitura para a ampliação do atendimento em ação civil pública. O ensino infantil é de responsabilidade dos municípios.

A prefeitura diz que vem cumprindo0 a meta de reduzir a fila. De acordo com dados do município, 4.541 aguardavam por vaga em 2017. A administração pública diz que o reagrupamento das crianças nas creches já existentes trouxe bons resultados e deverá ter caráter permanente.

Desde 2017, a atual gestão inaugurou as creches: Nazareth e Riacho Grande.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo