Congonhas (SP) e mais quatro aeroportos mudam regras para bagagens de mão

Por Metro Jornal
ARTE BAGAGEM

A partir desta segunda-feira (13), as bagagens de mão levadas pelos passageiros de voos domésticos que embarcam nos aeroportos de Congonhas (São Paulo), Santa Genoveva (Goiânia), Salgado Filho (Porto Alegre), Galeão e Santos Dumont (Rio de Janeiro) poderão ter no máximo 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade.

Uma caixa será usada como gabarito. Bagagens que não entrarem nela precisarão ser despachadas. O custo para despachar um volume de 23 kg na Latam, Gol, Azul e Avianca Brasil varia entre R$ 59 (com antecedência) e R$ 120 (no aeroporto).

O objetivo da iniciativa, segundo a Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), é “agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque, evitando atrasos e trazendo maior conforto para todos os passageiros”.

Aplicativos

Para não ser surpreendido com uma despesa extra antes da viagem, há aplicativos gratuitos para celular (quadro ao lado), disponíveis para Android e iOS, que por meio de realidade ampliada “medem” a mala de mão e indicam se ela está dentro ou fora dos parâmetros permitidos.

15 aeroportos

Outros oito aeroportos – entre eles Confins (Belo Horizonte) e Afonso Pena (Curitiba) – já implementaram a medida, de forma escalonada, desde o último dia 10 de abril. Guarulhos (São Paulo) e Luís Eduardo Magalhães (Salvador) serão os dois últimos, a partir do próximo dia 23 de maio.

Aplicativos ‘mão na roda’ para a bagagem de mão

  • Kayak
    Aplicativo usa realidade aumentada e dá o veredito
  • KLM
    Mala de verdade tem de caber na mala virtual do aplicativo
  • LATAM
    Câmera do celular cria gabarito virtual para sobrepor à mala
  • MOMONDO
    Usuário só precisa movimentar o celular ao redor da mala

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo