Quadro roubado por nazistas poderá voltar à Itália

Por Ansa

O ministro italiano dos Bens Culturais, Alberto Bonisoli, anunciou neste sábado (11) que o quadro "Vaso de Flores", do pintor holandês Jan Van Huysum, está disponível para voltar à Itália após ter sido roubado por soldados nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

A pintura está sob poder de uma família alemã que, apesar dos pedidos do Estado italiano, nunca aceitou devolver a obra de arte para o país da bota.

"Durante os dias da inauguração da Bienal de Arte de Veneza, eu me encontrei com a minha homóloga alemã Michelle Müntefering. Foi confirmada a disponibilidade de regressar a Itália o 'Vaso de Flores', de Van Huysum, roubado pelos nazistas no Uffizi", informou Bonisoli.

O quadro é uma natureza morta em preto branco do início do século 19 e foi exibido pela primeira vez em 1824, em Florença.

O "Vaso de Flores" ficou em uma sala do Palácio Pitti, também administrado pelas Gallerie degli Uffizi, até a década de 1940, quando foi transferido para o campo após a entrada da Itália na Segunda Guerra.

Em 1943, ano da invasão dos Aliados na península, tropas nazistas roubaram o quadro e o levaram para o norte. A pintura reapareceu após a reunificação da Alemanha, mas a família que a detém exige pagamento para devolvê-la à Itália, hipótese que já foi rechaçada pelos Uffizi.

"É muito importante que o governo alemão reconheça o fato de que a pintura pertence ao Palazzo Pitti. O fato de estar disponível é uma excelente notícia, agora estamos trabalhando para concretizar esse compromisso", comentou Eike Schmidt, diretor dos Uffizi.

Schmidt ainda declarou que o caso "não está completamente resolvido" e espera concluir a missão de trazer o quadro de volta para a Itália ainda "este ano"


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo