Michel Temer passa primeira noite de volta à prisão em sala longe da carceragem

Por Metro Jornal

O ex-presidente Michel Temer passou a sua primeira noite de volta à prisão em uma sala na sede da Polícia Federal em São Paulo, localizada na Lapa, zona oeste. Ele terá a segurança de agentes federais 24 horas por dia.

Ao contrário dos outros detidos, que ficam na carceragem, o político do MDB ocupou uma sala de cerca de 20m², próxima ao gabinete do superintendente. O local é usado para reuniões, videoconferências e entrevistas coletivas.

Veja também:
EMTU confirma fim da paralisação de ônibus em Guarulhos
Polícia argentina prende suspeito de ataque a deputado

A primeira refeição de Temer, na noite de quinta-feira (9), foi providenciada por seus assessores. Nesta sexta (10), o ex-presidente já começa a receber a mesma comida que os demais presos no local.

O local em que Temer está detido não possui banheiro. O mais próximo fica no fim de um corredor, e conta com chuveiro quente. Ao contrário do que ocorreu em sua primeira prisão, quando foi transferido para o Rio de Janeiro, o político por enquanto deve permanecer em São Paulo.

Investigação

O político retornou à prisão após ter o habeas corpus anulado pelo TRF-2 (Tribunal Regional Federal da Segunda Região) na noite de quarta-feira (8). Na quinta (9), Temer se apresentou voluntariamente duas horas antes do prazo estipulado pela juíza Caroline Figueiredo, substituta na 7ª Vara Federal Criminal do Rio, que expediu o mandado de prisão.

A prisão de Temer se refere à denúncia de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa envolvendo propinas em obras da usina nuclear Angra 3, operada pela Eletronuclear. Em março, o ex-presidente passou quatro dias preso. Ele diz ser inocente e já entrou com novo pedido de habeas corpus.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo