Mais motoristas bebem e dirigem, diz pesquisa

Por Metro Jornal

Uma pesquisa feita pela concessionária Arteris revela que mais motoristas estão consumido álcool antes de dirigir – aqui incluído quem faz isso raramente, de vez em quando ou sempre. No levantamento de 2017, 25,6% tinham admitido a prática. Em 2018, 30,1% dos entrevistados revelaram ter bebido antes de dirigir.

A chamada Lei Seca proíbe o consumo de bebida alcoólica antes de dirigir. Motorista flagrado com qualquer quantidade de álcool no sangue ou pelo bafômetro perde o direito de dirigir.

O estudo também revelou que os infratores  são maioritariamente homens, chegando a 77% e quase metade desse número (36%) se refere apenas a homens entre 26 e 30 anos.

Em relação à blitz da Lei Seca, um a cada três motoristas entrevistados disseram que já foram detidos. Os homens também são os mais abordados (76%).

O estudo da Arteris foi realizado entre os dias 17 e 28 de agosto de 2018 com 2.689 motoristas brasileiros, convidados a preencher um painel eletrônico. Deles, 73,7% dirigem diariamente e 94,1% são condutores de automóvel. A margem de erro é de, no máximo, 1,9 ponto percentual.

Blitze em SP

Mas, se mais motoristas confessam beber antes de dirigir, menos condutores estão sendo flagrados em São Paulo.  Segundo o Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo), as autuações caíram  1,3% no estado em 2018 em relação ao ano anterior.

No estado, foram 684 autuações a menos que em 2017, diminuindo de 53.099 para 52.415 motoristas flagrados. Já na capital, a redução foi ainda maior, 7,7% caindo de 21.494 para 19.834 condutores autuados em blitze. O Detran-SP afirma que as fiscalizações também aumentaram no período.   


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo