Greve afeta 119 linhas da EMTU e ônibus municipais de Guarulhos

Por BandNews FM

Os moradores de Guarulhos, na Grande São Paulo, enfrentam uma sexta-feira (10) complicada. Motoristas e cobradores de ônibus municipais entraram em greve por tempo indeterminado e 66 linhas da cidade estão paradas desde a madrugada.

A paralisação também afeta os ônibus intermunicipais, da EMTU. 119 linhas que saem ou que passam pela cidade de Guarulhos foram incluídas na paralisação. Desde as primeiras horas da manhã, ouvintes da rádio BandNews FM esperam pelos ônibus nos pontos da cidade, mas nenhum apareceu.

O frentista Manoel de Almeida conseguiu chegar ao trabalho em São Paulo só porque teve a ajuda de uma carona. A fisioterapeuta Juliana Cardazo teve que trabalhar de carro. O encarregado Abidias Santana trabalha em uma empresa que enviou carros para buscar em casa os funcionários que moram em Guarulhos. Cedinho, a doméstica Gilma Maria conseguiu pegar um dos poucos micro-ônibus que estão rodando nesta sexta.

Veja também:
Mega-Sena deste sábado tem prêmio digno de Virada
Mais de 2 milhões ainda não sacaram abono salarial ano-base 2017

Na tentativa de diminuir os problemas dos moradores da região, a Secretaria de Transportes Metropolitanos determinou que a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) amplie o número de viagens na linha 13-Jade. O número de trens em circulação é maior e o intervalo entre as composições foi reduzido de 20 para 15 minutos.

"Como gerenciadora e fiscalizadora do sistema intermunicipal, a EMTU espera que o sindicato cumpra a determinação da Justiça do Trabalho publicada nesta quinta-feira (9) de colocar em circulação 70% da frota nos horários de pico e 50% nos demais horários", disse a empresa, em nota.

A Prefeitura de Guarulhos adotou um plano emergencial para tentar atender aos mais de 300 mil passageiros. Os micro-ônibus, que normalmente circulam dos bairros até os terminais, tiveram o percurso estendido para as principais avenidas e à região central da cidade.

Os motoristas e cobradores de Guarulhos pedem aumento salarial acima da inflação e a continuidade da PLR, a Participação nos Lucros e Resultados.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo