Deputado argentino é baleado perto do Congresso; veja vídeo

Por Metro Jornal

O deputado Héctor Olivares, 61 anos, da coligação “Cambiemos”, foi baleado no peito, nesta quinta-feira (9), perto do Congresso Nacional, em Buenos Aires. Ele passou por cirurgia e seu estado é considerado grave. Olivares estava acompanhado do assessor Miguel Yadón, 58 anos, que não resistiu aos tiros e morreu antes de chegar ao Hospital Ramos Mejía.

Segundo vídeo publicados nas redes sociais, 13 disparos foram feitos de dentro de um VW Vento contra os dois. As autoridades já descartaram a hipótese de assalto. De acordo com o canal argentino Todo Notícias, o principal suspeito é Juan Jesús Fernández, 42, dono do VW Vento de onde partiram os tiros. Ele está foragido. Outro suspeito, Rafael Cano Carmona, 50, foi preso.

O ataque aconteceu por volta das 6h50 (mesmo horário de Brasília) enquanto Olivares e Yadón caminhavam e conversavam pela praça diante do Congresso.

O deputado, da província de La Rioja, pertence ao partido conservador UCR (União Cívica Radical), que faz parte da coligação Cambiemos, do presidente Mauricio Macri.

Olivares integra a comissão de Legislação Penal da Câmara e na última quarta-feira, véspera da emboscada, estava no Congresso debatendo uma lei contra os chamados “barras bravas”, grupos organizados nas torcidas do futebol argentino que se envolvem com frequência em delitos.  

Vídeo mostra o momento do atentado. Veja:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo