Cerca de 7 milhões ainda não tomaram a vacina da gripe

Por Vanessa Selicani - Metro Jornal ABC

Faltando três semanas para o fim da campanha de vacinação contra a gripe, 7,6 milhões de pessoas são aguardadas nos postos de saúde para receber a dose em São Paulo.

Balanço divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Saúde referente ao período de 22 de abril a 7 de maio mostra que o estado alcançou 43% de seu público-alvo, o equivalente a 5,8 milhões de doses.

A preocupação maior da Secretaria de Estado da Saúde é com crianças e gestantes. “Fazemos apelo especial aos pais, para que levem os pequenos aos postos, e também às gestantes, para proteção das mães e bebês. A vacinação evita complicações futuras como pneumonias”, afirma a diretora de Imunização da secretaria, Helena Sato.

A situação de São Paulo se repete no restante do país, com apenas 45% do público-alvo atingido. Ainda precisam se vacinar 32,5 milhões de pessoas. A meta do Ministério da Saúde é alcançar até o próximo dia 31, quando se encerra a campanha, 90% da população de risco.

Podem se vacinar nas unidades básicas de saúde idosos, gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, crianças, pessoas com doenças crônicas, indígenas, profissionais das forças de segurança, da saúde e educação, além da população privada de liberdade. A vacina também pode ser tomada por outros públicos, mas neste caso é preciso procurar um laboratório particular.

A dose protege contra três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul.

Para a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Isabella Ballalai, a baixa procura é resultado da não percepção das pessoas de que a gripe pode matar. “Em 2016, quando houve explosão de casos e o tema estava sempre no jornal, havia filas até em clínicas particulares. Mas a gripe continua matando e deve ser levada a sério.”

Foram registrados neste ano 427 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave por influenza em todo o país, com 81 óbitos.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo