Wesley Batista é denunciado pela segunda vez por utilizar informações privilegiadas no mercado financeiro

Por BandNews FM

O Ministério Público Federal de São Paulo denunciou o empresário Wesley Batista pelo crime de insider trader pela segunda vez. Ou seja, ele é acusado de usar informações privilegiadas para conseguir ganhos no mercado financeiro.

Leia mais:
MPF vê riscos de Temer ‘criar estratégias’ e insiste na sua volta à prisão
Oito meses após incêndio, novas peças do Museu Nacional são recuperadas

Batista realizou operações cambiais com a Seara Alimentos e a Eldorado Celulose em maio de 2017. No mesmo mês, houve a divulgação do conteúdo da colaboração premiada que tinha firmado com o Ministério Público Federal com o irmão Joesley.

O episódio teve impactos no mercado de câmbio e o empresário teve ganhos de R$ 70 milhões em contratos de dólar que tinha negociado. Wesley já tinha sido denunciado pela prática para beneficiar a JBS e o processo está em tramitação na Justiça Federal de São Paulo.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo