Após depoimento, Polícia Civil pede prisão temporária de suspeito de matar transexual na zona sul

Por Metro Jornal

Após ouvir o suspeito de matar a pauladas a transexual Larissa Rodrigues da Silva, de 21 anos, a Polícia Civil decidiu pedir a prisão temporária de Jonatas Araújo dos Santos, 25 anos. Ele se apresentou à delegacia na noite de segunda-feira (6).

Durante o depoimento, o suspeito admitiu o crime, mas alegou tê-lo praticado por legítima defesa. Já uma testemunha que estava com a vítima acusa o homem de tentar atropelar a dupla, retornar com o veículo e desembarcar com um pedaço de madeira, agredindo Larissa, que morreu no hospital.

A polícia busca imagens de câmeras de segurança na região para confirmar uma das versões. O crime ocorreu na noite de sábado (4) na alameda Tacaúnas, região da Saúde, zona sul de São Paulo. A investigação ocorre no 27º DP (Campo Belo).

Veja também:
Polícia investiga chacina na Vila Nova Cachoeirinha que deixou quatro mortos
Após incêndio, Museu da Língua Portuguesa deve reabrir em 2020; veja novidades


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo