Bicicletário fechado chega a novo terminal em São Paulo

Por Metro Jornal

O bicicletário do terminal Princesa Isabel (centro) passou a ter um novo sistema de controle de acesso para quem guarda suas bicicletas no local. O objetivo é melhorar o atendimento e a segurança de quem deixa as magrelas enquanto usa o transporte público.

Para deixar a bicicleta, é necessário fazer um cadastro, informando o nome completo, telefone, endereço, e-mail e apresentar documento com foto, além de levar cadeado próprio.

As bikes são alocadas e retiradas apenas pelo controlador. O ciclista recebe dois cartões de identificação, um que ele leva e o outro que fica com a bicicleta enquanto ela estiver no bicicletário (que fica aberto 24 horas). Na hora da retirada, é só apresentar o cartão e o documento com foto.

Para Daniel Guth, coordenador de projetos da Aliança Bike, a iniciativa é boa, mas é preciso ver se a burocracia imposta não dificulta muito o acesso ao bicicletário. “Quando menos burocrático, mais inclusivo e usado ele será”, afirma.

Além do terminal Princesa Isabel, que tem 66 vagas, a medida já foi implantada em outros oito terminais.  


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo