Índia evacua 800 mil pessoas por passagem do ciclone Fani

Por Ansa

Se preparando para a chegada do ciclone Fani, as autoridades da Índia evacuaram nesta quinta-feira (2) cerca de 800 mil pessoas das zonas costeiras da região leste do país asiático.

O fenômeno está sendo classificado como "extremamente severo" e deverá chegar amanhã (3) nas cidades costeiras da Índia. Segundo o Departamento de Meteorologia do país, "é muito provável" que o ciclone toque terra nas proximidades de Puri, no estado de Odisha, com ventos de até 200 km/h.

Veja também:
Ministério Público pede que concessão da linha 5-Lilás seja suspensa
Justiça condena pai a 59 anos de prisão por estupro das filhas menores de 14

Em Puri, a Proteção Civil da Índia fechou os portos, escolas e universidades. A cidade possui pouco mais de 200 mil habitantes.

A zona costeira da Índia sofre com diversas passagens de ciclones. Um dos últimos foi o Titli, em outubro, que era classificado como "muito severo". O fenômeno deixou 60 pessoas mortas em Odisha. O Fani será o quarto furacão a atingir a costa leste indiana em três décadas.

As autoridades indianas alertaram que o Fani é "mais forte" que o Titli. Eles também relembraram que o ciclone de outubro mudou sua rota e chegou em terra firme em uma zona do interior do país. Além disso, informaram que as pessoas morreram por conta de "deslizamentos de terra".


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo