Bolsonaro quer tirar punição de fazendeiro que ferir invasor

Por Metro Jornal Brasília

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou ontem que enviará ao Congresso um projeto que isenta de punição o proprietário rural que atirar em invasores de terra.

“A propriedade privada é sagrada e ponto final”, justificou Bolsonaro na abertura da Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação), em Ribeirão Preto (SP).

A retirada de ruralista do excludente de ilicitude é complementar ao projeto de lei que permite a posse de armas ao produtor rural no perímetro da propriedade. De acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ficou acertado que a proposta entrará na pauta de votação na próxima semana.

Bolsonaro afirmou que atuará para “não atrapalhar quem produz” e que está fazendo uma “limpa” no Ibama e na ICMbio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) “tirando o Estado do cangote de quem produz e investe”.

O presidente quer que a fiscalização tenha novos procedimentos. “Tem que fazer fiscalização, mas o homem do campo tem de ter o prazer de receber o fiscal e, em um primeiro momento, ser orientado”, declarou.  


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo