Rapper protesta na passarela do SPFW após morte de modelo: 'Não era para ninguém estar aqui'

Por Metro Jornal

Convidado pela marca Cavalera para se apresentar em seu desfile, o rapper Rico Dalasam subiu à passarela do São Paulo Fashion Week no sábado (27) e fez um protesto sobre a morte do modelo Tales Cotta, no mesmo dia.

"Não era para ninguém estar aqui", repetiu o rapper, enquanto o desfile ao seu redor continuava. "O cara acabou de morrer e vocês estão aqui como se a vida não valesse nada, nada, nada".

LEIA MAIS:
Modelo Caroline Bittencourt está desaparecida após cair de barco durante temporal no litoral de SP
Modelo morre após desmaiar na passarela da São Paulo Fashion Week

"Enquanto os ricos não lamentarem a morte dos negros, dos brancos e da humanidade das pessoas, a agonia vai estar no travesseiro de todo mundo", finalizou.

Parte da plateia aplaudiu e gritou em apoio ao manifesto de Dalasam. Após o artista deixar a passarela, o desfile seguiu normalmente. O momento foi inclusive transmitido ao vivo pelo Instagram da marca.

Thales Soares atuava como modelo sob o nome artístico de Tales Cotta, na agência Base MGT. Ele desfilava pela grife Ocksa quando caiu na passarela, falecendo após ser socorrido por uma brigada de emergência.

Todos os desfiles ocorreram normalmente após a morte, e a SPFW divulgou notas afirmando solidariedade, luto e apoio à família de Tales.

Mãe afirma que modelo que morreu na SPFW era saudável; velório é nesta segunda


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo