Rodrigo Maia critica filhos de Bolsonaro: 'Um é pra internar, o outro está deslumbrado'

Por Metro Jornal

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), concedeu entrevista nesta sexta-feira (26) ao site Buzzfeed News. Ele abordou a articulação para a reforma da Previdência, os personagens no entorno de Jair Bolsonaro, e os próprios filhos do presidente, que têm alimentado conflitos no núcleo duro do governo.

Sobre Eduardo Bolsonaro, deputado federal em São Paulo pelo PSL, Maia ressalta sua atuação na política externa: "Ele não era nada, era um deputado do baixíssimo clero, o pai vira presidente, ele passa a ser chamado pela equipe do Trump, pela equipe de não sei o quê… Um pouquinho de vaidade é um direito, não é? Não vamos exagerar também, achar que ele não pode ter um momento de deslumbramento. Quem é que nunca teve?".

Ele também falou sobre as recentes polêmicas de Carlos Bolsonaro, que reconhecidamente tem permissão para comandar as redes sociais de seu pai. Para Maia, Carlos segue uma agenda definida pelo próprio presidente. “Ninguém fica preocupado com Carlos, todo mundo tem convicção que o Bolsonaro é que comanda isso”, diz. "O filho pode ser doido à vontade, mas num negócio daquela loucura só com autorização do dono da conta".

Quando perguntado sobre o boato de que Carlos havia retido o acesso de Jair Bolsonaro a seu Twitter, mudando a senha do perfil oficial do presidente, ele opinou: "Eu acho que pode ser verdade, você não acha? Não me parece verdade, mas eu não acho impossível ser. Eu até acho que não é, acho que o filho não vai a tanto, pois aí seria uma relação… Aí precisaria internar…"


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo