Operários fumaram em andaimes durante reforma em Notre-Dame

Por Ansa

A empresa Le Bras Frères, responsável pelos andaimes que estavam no telhado da Catedral de Notre-Dame, em Paris, admitiu que alguns operários violaram a proibição de fumar durante as obras.

A declaração foi dada após a divulgação da notícia de que a polícia encontrou bitucas de cigarro perto dos andaimes, na área onde teria começado o incêndio que devastou a catedral mais famosa da França em 15 de abril.

"Alguns operários violaram de vez em quando a proibição [de fumar], mas de nenhuma forma o fogo poderia ter sido provocado por uma ponta mal apagada", disse o porta-voz da empresa, Marc Eskenazi.

Ainda segundo ele, os operários quebraram a regra porque demorariam muito tempo para descer dos andaimes para fumar. A estrutura era formada por troncos de madeira e barras de aço e ficava perto da "flecha", torre mais alta de Notre-Dame e destruída pelo incêndio.

A suspeita é de que as chamas tenham começado em um curto-circuito.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo