Veja como dados sigilosos do INSS estão sendo vendidos ilegalmente pela internet

Por Pablo Fernandez - BandNews FM

Após revelar a existência de sites que dão acesso a dados pessoais até mesmo do presidente Jair Bolsonaro, a rádio BandNews FM mostra como funciona a negociação de listas do INSS e a venda do chamado Hiscon. O Histórico de Consignações, que reúne todo e qualquer empréstimo consignado obtido por aposentados e pensionistas, é sigiloso e não poderia ser obtido por qualquer pessoa, apenas o segurado.

Em grupos de Whatsapp, aos quais a BandNews FM teve acesso, a negociação corre livremente. Em média, cada consulta de Hiscon custa R$ 1,50. E quem vende garante que a informação é oficial.

"Hiscon, eu tenho pacotes a partir de 100 consultas. Claro que eu posso fazer menos para você. Mas 100 consultas está 250 reais. É atualizado. Eu também vendo o extrato online que vem com o QR Code. O QR Code é uma validação do INSS para você ver o que a gente está te mandando é um documento oficial. Sou eu mesma que tiro."

Um dos negociadores mais conhecidos no mercado é o Tonho do Hiscon, que vende pacotes que variam entre R$ 150 para 50 consultas e R$ 3.750 para 5000 consultas. Mas tudo depende da negociação.

"Você tem Hiscon? Tenho, tenho sim. Quanto que está? Depende da quantidade. Eu preciso saber pelo menos o preço. Eu faço por R$ 1,50. É atualizado? É online, cara, ô loco. Direto? Você pegou o contrato hoje, saiu hoje".

Veja também:
CCJ aprova admissibilidade da reforma da Previdência por 48 votos a 18
Infraero cobrará antecipadamente tarifa de operação de voos da Avianca

Não bastasse, não é apenas o histórico de crédito que circula livremente no mercado. O mesmo acontece com as listas de recém-aposentados do INSS. Nem bem a pessoa começou a receber o benefício já tem gente ligando.

Foi o que aconteceu no mês passado com a Lia. "Eu estava no interior em um velório e começaram a me ligar de números diferentes, SMS, mandando negócios de empréstimo. Está liberado seu empréstimo. Aí eu liguei para a minha amiga contadora, pedi para ela ver direitinho. Achei que saiu o benefício. Ela falou: parece que saiu sim só que tem que esperar a carta chegar. Aí quando foi no dia 12/04 chegou a cartinha do INSS dizendo que o benefício havia sido concedido".

A BandNews FM entrou em contato com uma vendedora que ofereceu uma lista com 34 mil benefícios recém-concedidos pelo INSS. Na negociação, ela disponibilizou uma relação pequena, como amostra grátis, para testes. O telefone foi obtido em um dos grupos de WhatsApp criados para trocar informações sobre crédito consignado: "O que você quer? Entrantes? Eu tenho até o dia 17. Brasil eu consigo fazer a R$ 600,00 para você. Então, eu vou te passar essa."

O presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira, que assumiu o cargo em janeiro, reconhece que há um vazamento de dados utilizados na concessão de crédito consignado. O procurador diz que o órgão criou uma força-tarefa para identificar e punir os responsáveis. "Constituímos um grupo técnico no âmbito do INSS para fazer esse mapeamento. Analisar todo o fluxo de processo, por onde a informação passa, por onde a informação tramita e quais são as fragilidades. Uma vez identificadas as fragilidades, sendo elas no âmbito do INSS, vamos corrigi-la imediatamente e apurar responsabilidades eventualmente de envolvidos."

Em nota, a Dataprev esclarece que o Hiscon só pode ser obtido nas agências ou no site do INSS com login e senha do usuário.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo