ANTT faz reajuste no piso mínimo da tabela do frete para coibir greve dos caminhoneiros

Por Márcio Rocha - BandNews FM

A ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestres) atualizou a tabela com os pisos mínimos de frete para transporte rodoviário no Brasil, dada uma oscilação superior a 10% no preço do diesel.

Pela lei, o tabelamento precisa ser ajustado assim que as cotações do diesel, combustível mais consumido no país, superem alta de 10% nas bombas dos postos.

Veja também:
CNI/Ibope: Bolsonaro é aprovado por 35% e desaprovado por 27%, diz pesquisa
Polícia Civil faz operação nacional para capturar foragidos da Justiça

A variação do diesel com relação ao valor utilizado na última tabela, publicada em janeiro, foi de +10,69%, resultando num reajuste médio de 4,13%.

Os fretes tabelados estão em vigor desde meados do ano passado e foi uma das medidas adotadas pelo governo para ajudar a acabar com uma histórica greve de caminhoneiros que paralisou o país.

Recentemente, a categoria se reuniu com autoridades do governo Jair Bolsonaro criticando o aumento do diesel pela Petrobras e pedindo maior fiscalização da tabela de fretes.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo