PM confirma aumento de roubos com uso de patinetes elétricos; GCM fará patrulhas

Por Sandro Badaró - BandNews FM; Metro Jornal e Band
Patinete elétrico Reprodução/Instagram

A Polícia Militar de São Paulo confirmou um aumento no número de roubos com o uso de patinetes alugados e reforça a importância da regulamentação do meio de transporte para combater esses crimes. Atualmente, não existe uma lei na capital paulista que determine os locais apropriados, a velocidade e outras regras para o uso desse tipo de veículo.

Regiões como as avenidas Paulista e Faria Lima, que contam com uma via exclusiva para bikes e patinetes, os roubos de celulares e bolsas têm aumentado. Em entrevista à BandNews FM, o secretário-executivo da PM paulista, coronel Álvaro Camilo, disse que a corporação está em contato com as empresas que alugam os modelos, mas ressaltou a importância da regulamentação.

Veja também:
Passageiros denunciam venda ilegal de bilhetes de ônibus e metrô em São Paulo
Campanha de vacinação contra a gripe é liberada para idosos

Segundo a PM, muitos bandidos são menores de idade e pedem para usuários de patinete validarem o aluguel no próprio celular, por alguns minutos, com o argumento de que querem apenas dar um passeio. Mas, em vários casos, os veículos são usados para roubar pedestres.

O secretário-executivo da Polícia Militar, coronel Álvaro Camilo, ressalta que muitas vítimas não registram boletim de ocorrência, o que dificulta a ação contra os bandidos e um monitoramento com números mais precisos. No entanto, ele confirma o aumento dos crimes em algumas regiões da capital paulista, principalmente na Faria Lima.

O boletim de ocorrência de roubos de celulares e documentos, sem agressão ou ameaça, pode ser registrado na internet, no site da Polícia Civil de São Paulo.

GCM fará patrulhamento com patinetes elétricos

A GCM (Guarda Civil Metropolitana) vai começar a patrulhar vias da capital com auxílio de patinetes elétricos. Segundo a Secretaria Municipal de Segurança Urbana, os guardas com patinetes irão trabalhar nas regiões da avenida Brigadeiro Faria Lima (zona oeste) e da avenida Paulista e do Minhocão, ambos na região central.

De acordo com a pasta, “um grupo está sendo treinado para atuar neste novo formato de mobilidade urbana. O objetivo da iniciativa, ainda em fase de implantação, visa auxiliar no combate aos crimes oportunamente praticados nas ciclovias e ciclofaixas”.

Os 12 patinetes que serão utilizados pela GCM foram cedidos pelas empresas Grin e Yellow, que operam na cidade. As empresas afirmaram que o patrulhamento com patinetes começa hoje. A prefeitura não confirmou.

A polícia investiga denúncia de que jovens estariam utilizando patinetes elétricos para roubar pedestres e ciclistas na região da Faria Lima.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo