Funkeira é investigada pelo MPF por tráfico de crianças

Por Band.com.br

MC Mirella, como é conhecida artisticamente, foi indiciada e está sendo investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) por envolvimento no tráfico de crianças.

A acusação partiu de uma adolescente de 17 anos, que disse nas redes sociais ter sido abordada pela funkeira. Ela divulgou trechos da conversa com a artista.

Em um desses trechos, a cantora pergunta para a adolescente se ela toparia sair com um "amigo dela" por R$ 2 mil reais e despesas pagas. Ela recusou.

Em outra troca de mensagem, ela sugere um outro amigo, dono de um shopping – segundo a artista, e ainda pede para ela levar uma amiga "para não se sentir sozinha".

Dessa vez, o preço aumenta: R$ 5 mil. "Nem por R$ 5 mil? Ele que pediu para perguntar", insiste MC Mirella quando a jovem volta a recusar o convite.

A funkeira reagiu às acusações e publicou um vídeo nas redes sociais se defendendo. Ela disse que a adolescente agiu "na maldade" e, embora tenha confirmado a troca de mensagens com a jovem, ela nega que se trata de tráfico sexual.

A cantora disse que a adolescente se apresentou como modelo e que ela a convidou para fazer presença vip em eventos. "Esse é o cachê normal a ser pago; aliás, tem modelo que trabalha com presença vip que cobra até mais caro", disse no vídeo.

MC Mirella acrescentou ainda que não sabia que a jovem era menor de idade, e que as acusações surgiram dois anos após as trocas de mensagens.

Veja o vídeo:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo