Polícia investiga possível caso de latrocínio na Bela Vista

Por Band News FM

A polícia ainda não sabe se o assassinato de Raimundo Aurilo de Souza, de 47 anos, que ocorreu na última quinta-feira (18), foi uma execução premeditada ou se a vítima morreu durante um assalto, o que caracterizaria o chamado latrocínio.

O crime aconteceu rua Conselheiro Carrão, quase na esquina com a rua 13 de Maio, na Bela Vista, região central de São Paulo, quando Raimundo caminhava rumo à casa onde morava.

Leia mais:
GCMs usarão patinetes nas rondas em São Paulo
Grupos de caminhoneiros decidem por paralisação no dia 29

Segundo testemunhas, um homem de blusa preta e touca, armado, atirou duas vezes contra a vítima, que era casada, nasceu no Ceará, trabalhava no ramo de estacionamentos e morreu quando era atendida na Santa Casa.

No bolso dele havia R$ 500,00 e vários extratos de saques, o último, R$ 1 mil, feito ontem ao meio dia. Ao lado da vítima estavam o boné e uma sacola plástica de mercado.

Não se sabe se algum objeto ou valor foi roubado de Raimundo, que não tinha passagem pela polícia. O caso foi registrado como homicídio na delegacia dos Jardins (78ºDP).


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo