Grupo armado assassina 14 passageiros de ônibus no Paquistão

Por Estadão Conteúdo

Catorze passageiros de um ônibus foram mortos por homens armados na madrugada desta quinta-feira, 18, no Paquistão. O veículo viajava por uma estrada do sudoeste do país quando caiu em uma emboscada do grupo armado.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque. Separatistas da província de Baluchistan atacam constantemente alvos militares paquistaneses e também residentes da província vizinha Punjab. Os punjabis são de uma etnia diferente dos Baluch e costumam exercer cargos militares na província de Baluchistan.

Leia mais:
Em discurso, Bolsonaro elogia a imprensa e diz esperar que ‘pequenas diferenças fiquem para trás’
Bombeiros reportam princípio de incêndio na Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco

O ataque ocorreu numa estrada costeira entre a cidade portuária de Karachi e o porto de Gwadar, disse a autoridade local Jehangir Dashti à Associated Press. Agentes de segurança da cidade próxima Buzi Top foram até o local. Não está claro quem realizou a emboscada.

Dashti contou que os passageiros tiveram seus documentos de identidade verificados antes de serem mortos. Dezenas de atiradores estiveram envolvidos no ataque. "Catorze passageiros foram obrigados a desembarcar do ônibus. Eles foram enfileiradas e, então, mortos pelos terroristas", relatou Dashti.

O primeiro-ministro paquistanês Imran Khan condenou a ação em comunicado, classificando-a de "um ato de terror". Ele ainda ordenou às autoridades que "fizessem todo o esforço possível para identificar e levar à Justiça os perpetradores desta barbárie."


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo