Só zona leste de SP terá corredores novos

Por André Vieira, Metro Jornal

A zona leste será a única região da cidade que terá novos corredores de ônibus até 2020 após a revisão do Programa de Metas da Prefeitura de São Paulo.

De acordo com a administração, os 9,4 quilômetros anunciados na semana passada serão construídos na região de Itaquera, em dois trechos. O primeiro vai da avenida Aricanduva até a avenida Líder e depois do terminal Carrão até a avenida Aricanduva. Já o segundo vai ligar a avenida Itaquera até o chamado centrinho.

Tudo deve ficar pronto até 2020. O projeto vai custar R$ 312,1 milhões e reúne, também, a requalificação de 43,4 quilômetros de corredores e faixas exclusivas já existentes e a requalificação de parte da avenida Santo Amaro (zona sul).

São Paulo tem hoje 129,2 quilômetros de vias espalhadas em 12 corredores exclusivos de ônibus (localizados à esquerda) – e que são geralmente mais rápidos porque sofrem menos interferência do trânsito do que as faixas exclusivas à direita.

A primeira versão do Programa de Metas, lançada em 2017 pelo então prefeito João Doria (PSDB), previa a construção de 72 quilômetros de corredores, mas o plano como um todo foi revisto para ser ajustado “à nova realidade econômica”, segundo afirmou semana passada o atual prefeito Bruno Covas (PSDB).

Os corredores e faixas que serão requalificados estão localizados em 12 endereços, como nas avenidas Vereador José Diniz (zona sul), Raimundo Pereira de Magalhães (zona norte) e Paes de Barros (zona leste).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo