20 anos de Comida Di Buteco: Começa nesta sexta o concurso que escolhe melhor petisco do Brasil

Por Eduardo Ribeiro - Metro Jornal São Paulo

O Concurso Comida di Buteco foi criado há duas décadas para valorizar os sabores e as histórias de vida dos pequenos bares familiares conhecidos como botecos. Lugares que muitas vezes são uma extensão da nossa sala, onde o que vale não é a pompa nem o refinamento, mas os sabores únicos de seus petiscos, a tradição do atendimento e o ambiente acolhedor. Não pode faltar, obviamente, cerveja de garrafa a preço justo e na temperatura certa – trincando de gelada. Na 20ª edição do evento que começa nesta sexta-feira (12) e vai até 12 de maio, a novidade é que todos os pratos selecionados, no Brasil inteiro, serão vendidos ao preço fixo de R$ 20, em comemoração ao aniversário da disputa.

Leia mais:

Game of Thrones: Morre, sobrevive ou vira White Walker? Faça download do jogo de apostas da última temporada
Metrô assina contrato para retomar obras na Linha Prata

Funciona assim: as casas pré-selecionadas apresentam os petiscos criados especialmente para a competição. O público e um corpo de jurados visita, prova,  vota e elege o campeão, avaliando  quatro categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida). O petisco leva 70% do peso da  nota, e as demais categorias, 10% cada. Tanto o voto do público como dos jurados valem 50% do peso total. Na segunda etapa, em junho, uma comissão de jurados visita os campeões de cada cidade, avaliando sua performance nas mesmas categorias. Os  campeões recebem três jurados (um conterrâneo e dois de fora). Sagra-se, daí, o Melhor  Buteco do Brasil, revelado e premiado em julho.

BAR DO JÃO

O boteco atrai uma grande clientela, que toma conta da calçada em frente, com suas opções de petiscos. No festival, entra com a “Receita do Céu (Eterna Tia Cida)”. Trata-se de um pernil marinado na cerveja feito com purê de mandioca, requeijão e parmesão, servido com pão pitta, com creme de pimenta e farofa de castanha do Pará.

Bar do Jão Comida di Buteco 2019 Divulgação

R. Antônio Lobo, 33, Penha. Seg. a Sáb., 17h às 23h / Fechado aos feriados. 2941-8373.

CASA DAS OSTRAS

Na verdade é um boxe, mas tem receptividade de bar. Ali, pescados e frutos do mar são preparados na hora. As ostras frescas, que chegam diariamente importadas de Cananeia e Santa Catarina, são o principal atrativo. No entanto, os donos apostam dessa vez no sabor de seu camarão empanado com massa de abóbora com catupiry.

Casa das Ostras Comida di Buteco 2019 Divulgação

R. da Cantareira, 306, Mercado Municipal – Rua A – Box 33. Ter. a sáb, 7h às 17h30 / Dom. e seg., 7h às 15h30. 3313-4824.

CASA GALLIANO

Era uma adega, mas acabou virando bar. Instalado numa casa tranquila de madeira e tijolos aparentes, oferece almoço self service e feijoada completa aos sábados. Grupos de pessoas chegam para saborear o chope e as caipirinhas de diversos sabores na happy hour. A porção “Arranccini d’Galliano”, cinco bolinhos de risoto recheados com queijo muçarela, é a estrela da vez.

Casa Galliano Comida di Buteco 2019 Divulgação

Av. Jurucê, 803, Moema. Seg. a sex., 16h às 23h30 / Sáb., 11h às 18h. 5041-4425.

LA GORGONA

Num antigo sobrado onde até o boxe do banheiro permaneceu, funciona o despojado bar colombiano que compete com suas empanaditas añejas. São empanadas fritas crocantes, de milho e mandioca, com recheio guiso, feito com carne bovina e suína, batata e vegetais. Acompanha pimenta de amendoim.

La Gorgona Comida di Buteco 2019 Bar colombiano La Gorgona participa do concurso / Divulgação

R. São Miguel, 22, Bela Vista. Seg. a qua.,  18h às 23h30 / Qui., 18h à 0h / Sex. e sáb., 14h à 0h. 3256-9215.

BOTECO DA DONA TATI
Simples e aprazível, numa esquina do centro, entre a Barra Funda e o Bom Retiro. Dona Tati mantém seu clássico boteco, com feijoada e bolinhos. A casa é famosa pelos hambúrgueres e variedade no sortimento cervejas artesanais. É também um dos mais requisitados palcos de samba ao vivo na região de Campos Elíseos. O bolinho de rabada representa o local neste Comida de Buteco.

Boteco da Dona Tati Comida di Buteco 2019 Divulgação

R. Brigadeiro Galvão, 639 H, Barra Funda. Ter. a sáb., 11h até 0h. 2777-4030.

BUTECO DO MURRUGA

É o único lugar onde você pode pedir em voz alta uma “punheta de bacalhau” ou uma “linguiça portuguesa” sem ser mal interpretado. Este boteco ibérico com jeito brasileiro entra no concurso com o petisco “punhetinha de bacalhau à moda Morruga”. O peixe vem desfiado, com cebola, azeite e azeitona, acompanhado de batatas e pãozinho especial.

Buteco do Murruga Comida di Buteco 2019 / Divulgação

Av. Mascote, 57, Vila Mascote. Seg. a qui., 18h às 22h / sex. e sáb., 11hàs 22h / Dom. fecha. 5563-7161.

EXCELENTÍSSIMO BOTEQUIM

Tudo aqui faz referência à política.  As caricaturas estão nas paredes e em placas nas cadeiras. Muito elogiado é o escondidinho da casa, que surge em variadas versões. Mas no Comida di Buteco quem dá as caras é o prato “Os 11 Ministros”: são 11 coroas fritas recheadas com miolo de alcatra temperada, acompanhadas de geleia de manga com pimenta.
R. Ramos Batista, 491, Vila Olímpia. Seg. a Sex., 12h às 15h e 17h às 23h30 / Dom. fecha. 3842-4221.

Excelentíssimo Botequim Comida di Buteco 2019 Divulgação

SANTA PANELA

Com mais de dez anos de clientela satisfeita, o bar tem decoração rústica, mas capricha na hospitalidade. Pela quinta vez no Comida di Buteco, apresenta o quitute Barca do Santa, um marinado de filé copa-lombo na brasa ao molho negro de cerveja escura com lascas de alho frito. Acompanha batatas portuguesas, couve crocante e farofa caipira com bananas.

Santa Panela Comida di Buteco 2019 Divulgação

R. Emília Marengo, 225, Tatuapé. Ter. a Sex., 18h à 0h / Sáb., 16h30 à 0h. 2671-6835.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo