Fundador do Wikileaks, Julian Assange é preso em Londres

Por Metro Jornal

A polícia britânica prendeu nesta quinta-feira (11) o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, em Londres. O ativista australiano foi detido dentro da embaixada do Equador, onde estava exilado desde 2012.

Os agentes foram autorizados a entrar na sede diplomática depois do governo equatoriano cancelar o asilo. Ele foi levado a uma delegacia da capital da Inglaterra e aguarda uma audiência com um juiz, que deve ocorrer durante o dia.

Veja também:
Primeiras lojas autônomas sem fila chegam ao Brasil
Cão levado dos donos é encontrado na Cracolândia

A relação entre Assange e o Equador estava deteriorada após o exilado vazar informações da vida pessoal do presidente do país latino-americano, Lenin Moreno – o que violaria os termos do asilo.

Pelo Twitter, a advogada do australiano, Jen Robinson, afirmou que a prisão efetuada pela polícia britânica tem como base um pedido de extradição dos Estados Unidos, além de Assange ter faltado a uma audiência em 2012.

O WikiLeaks é uma organização sueca criada em 2006 responsável pelo vazamento de conteúdo sensível de governos e empresas, como documentos e informações confidenciais. Os Estados Unidos foram um de seus grandes alvos em 2010, com a publicação de documentos secretos dos americanos sobre a atuação militar no Afeganistão e no Iraque.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo