Prefeitura de São Paulo promete tapar 38 mil buracos

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo anunciou ontem que vai triplicar o orçamento anual para a zeladoria, que passará de R$ 500 milhões para R$ 1,5 bilhão já neste ano. O valor será esse também em 2020 –ano de eleição.

Um dos serviços que serão priorizados é o tapa-buracos. O secretário das Subprefeituras, Alexandre Modonezi, disse que a prefeitura mapeou 38 mil buracos nas ruas da cidade e prometeu zerar essa demanda em até 40 dias, média de quase mil buracos por dia.

Os problemas com a zeladoria foram reconhecidos pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) em entrevista ao Metro Jornal concedida no mês passado. O jornal questionou o prefeito sobre as ações na área, lembrando que os leitores fazem muitas queixas especialmente sobre buracos de rua, mato alto e poda de árvores. Covas respondeu: “A gente entende que a zeladoria não está no nível que desejávamos e que precisa melhorar”.

A zeladoria tinha sido bandeira de campanha da chapa Doria-Covas. No primeiro dia de governo, Doria apareceu no centro vestido de gari varrendo a rua. Nas semanas seguintes, o agora governador esteve em ações do programa Cidade Linda capinando, consertando calçadas e plantando mudas.

Modonezi disse que foi feita licitação de três usinas de asfalto. “Isso possibilita que a cidade tenha mil toneladas de asfalto por dia. Com isso nós conseguiremos zerar o tapa-buraco na cidade.”

Mutirão

O aumento das verbas para zeladoria foi anunciado junto com a implantação do programa Mutirão nos Bairros, que, na prática, será a reedição do Cidade Linda.

A cada semana, equipes de diversas secretarias irão a um bairro. Além da zeladoria, estão previstas ações culturais, de saúde, assistência social e trabalho. Nas últimas edições do Cidade Linda, os serviços também tinham sido ampliados. Na zeladoria, além do tapa-buraco, haverá capinação, limpeza, pintura de guia, varrição, poda de árvore, limpeza de córrego e de galeria, entre outros.

A primeira ação será neste sábado, em São Mateus (zona leste), na praça Felisberto Fernandes da Silva.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo