Liminar derruba aumento de vale-transporte em Santo André

Por Metro ABC

Uma liminar do Sindhosp (Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo) derrubou a medida da Prefeitura de Santo André que autoriza a cobrança de R$ 5,75 para as pessoas que utilizam o vale-transporte no pagamento das passagens de ônibus na cidade. Os passageiros que pagam em dinheiro ou no cartão Sou Santo André tem o valor cobrado de R$ 4,75.

Leia mais:
Prefeitura de São Paulo complementa regulamentação do transporte por aplicativo
PMs de São Paulo terão câmeras em uniformes

Entretanto, a medida vale, por enquanto, apenas para os funcionários ligados ao sindicato da categoria. De acordo com o Sindhosp, a taxa superior para quem usa o vale-transporte é irregular. “A diferença chega a 25% e esse valor poderia ser revertido na geração de mais empregos, por exemplo”, destacou o presidente da entidade, Yussif Ali Mere.

A solução encontrada pelo sindicato é defendida pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

“Nosso entendimento é que essa cobrança é irregular. Todos são  usuários iguais dos meios de transporte e a Justiça tem dado ganho de causa para derrubar essas medidas, que, inclusive, já caíram em várias cidades”, disse Rafael Calabria, um dos porta-vozes do instituto.

Procurada pela reportagem para falar sobre esse assunto, a prefeitura de Santo André preferiu não se manifestar.   

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo