Bolsonaro reafirma postura e diz que Maia está abalado com questões pessoais

Por Band.com.br

Jair Bolsonaro reafirmou a sua postura sobre polêmica com Rodrigo Maia em entrevista exclusiva a Datena no Brasil Urgente desta quarta-feira, 27, e argumentou que o presidente da Câmara dos Deputados pode ter levado a questão para o pessoal por causa da prisão de Moreira Franco, ex-ministro de Michel Temer, sogro do deputado do MDB-RJ.

“Ele está um pouco abalado com questões pessoais que vem acontecendo na vida dele, coisas pessoais que passa pelo estado emocional dele no momento”, declarou Bolsonaro.

Veja a íntegra da entrevista:

O presidente voltou a falar que não tem como receber todos os congressistas e negou que tenha atacado Rodrigo Maia. No entanto, o líder do executivo afirmou que pretende se encontrar com o deputado federal no retorno da viagem que fará para Israel no próximo final de semana.

“Nós vamos nos encontrar. Da minha parte, a minha mão está sempre estendida. Todo mundo tem responsabilidade com o Brasil. Estão fazendo uma tempestade em copo d´água”, argumentou.

Bolsonaro defendeu a postagem do filho Carlos sobre Rodrigo Maia nas redes sociais e acredita que não teve nada demais. “Ele [Maia] foi infeliz quando fez uma crítica ao Sergio Moro, falando que é meu funcionário. O que o meu filho fez foi perguntar porque ele andava tão nervoso. Se eu ficar irritado por causa disso… Nós somos políticos, levamos porradas”, disse.

No final da conversa com Datena, Bolsonaro voltou a afirma que não tem problemas com o Congresso: "Da minha parte não tem briga, não tem problema nenhum, o que cobram de mim é a interlocução, mas não tem como. A minoria pede, você sabe o que [se referindo a cargos]. Fazem pauta bomba para me constranger positivamente. Vamos fazer bons projetos na Câmara e no Senado para tirar o país da situação que se encontra. Não vem me pedir, o que pouquissimos pedem, que aí não dá certo".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo