Menor disse à polícia que queria ter participado do massacre de Suzano

Por Rádio Bandeirantes

O delegado geral da Polícia Civil de São Paulo Ruy Ferraz Fontes afirma que há diversos indícios de que o menor liberado nesta sexta-feira participaria do massacre em Suzano, atentado que acabou com 10 pessoas mortas.

Ruy Ferraz disse que o menor esteve com um dos assassinos em lugares onde foram adquiridos objetos e o uniforme utilizado no dia dos fatos. Além disso, na casa dele foi encontrado um par de botas igual ao usado pelos criminosos.

De acordo com o delegado, o jovem de 17 anos tinha ligação direta com todo o planejamento e ajudou a iniciar a execução, apesar de não ter participado da ação. Segundo ele, o próprio jovem disse em depoimento queria ter participado do atentado.

Fontes informou que apresentou à Justiça o pedido para que seja realizado exames psiquiátricos para que um episódio como o de quarta-feira não se repita.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo