Escola Raul Brasil abre para dar suporte psicológico para a comunidade

Por Metro Jornal com Band e Bandnews

A Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, não terá aulas na próxima semana, mas será aberta para acolher professores, alunos e funcionários com atividades livres como oficinas, apoio psicológico e rodas de conversa.

De acordo com a especialista em lutos e tragédias do Instituto de Psicologia da USP (Universidade de São Paulo), Elaine Alves, isso é importante pois a rotina traz segurança. “É importante ter essa questão de que você pode voltar para escola porque a escola está lá, mas também é importante respeitar o tempo certo de cada um”, afirmou em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Segundo ela, é importante permitir a vivência da dor e do sentimento de perda, que nem sempre é respeitada. “Entender o que eles estão vivendo agora é muito difícil para eles. A ficha vai demorar para cair”, completa a psicóloga. “Não sabem se ficam felizes por sobreviver ou se sentem culpados por isso. É um momento de muitas emoções que vêm a tona.”

Doutor pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital da Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e colunista da Rádio BandNews FM, Daniel Barros acredita que para o futuro, mais do que reforçar a segurança das escolas, é importante se preocupar com o comportamento e a relação com os alunos.

“Talvez a gente deva colocar menos energia em pensar em detector de metal na porta da escola e mais energia em ver a dinâmica das relações que acontecem lá”, afirmou Barros.

Na segunda-feira, a Escola Estadual Raul Brasil receberá apenas professores e funcionários para preparação e apoio psicológico.

A partir de terça-feira, a unidade será reaberta para a participação da comunidade nos projetos pedagógicos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo