Deputados de SP tomam posse na Assembleia medindo força

Por Metro Jornal

Eleitos no ano passado, os deputados estaduais de São Paulo tomam posse nesta sexta-feira às 15h com o primeiro round da disputa de forças entre o PSL e o PSDB que poderá marcar toda esta legislatura.

Surfando na onda que elegeu Bolsonaro, o PSL fez 15 deputados e terá a maior bancada na Assembleia Legislativa. Já o PSDB, que elegeu 22 deputados em 2014 e liderava até então, viu a sua representatividade cair e terá agora 8 representantes.

O primeiro embate entre os partidos se dará hoje na eleição da Mesa Diretora, que comanda as atividades administrativas e parlamentares da Assembleia. Disputam o cargo o atual presidente, Cauê Macris (PSDB), e Janaina Paschoal (PSL).

Famosa por ser uma das autoras do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), Janaina foi eleita com 2 milhões de votos e tem feito discurso de que representa a nova política, com muita mobilização pela internet e críticas ao funcionamento da própria Assembleia e ao comportamento dos deputados.

Entre os seus alvos está o “acordo de cavalheiros” entre os parlamentares que tem feito o PSDB se manter na presidência nos últimos anos, com apoio até mesmo do PT, que é beneficiado com cargos na Mesa Diretora. Este acerto é uma das cartas na manga de Macris – que está envolvido em denúncias sobre o financiamento de sua campanha de reeleição, mas é o favorito para a disputa.

Professor da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, Paulo Silvino Ribeiro afirmou que a nova legislatura pode ser classificada como “conservadora” e que o governador João Doria (PSDB) não terá dificuldade para obter o “histórico apoio que a Assembleia tem dado aos governadores”.   METRO

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo