Após novas decisões sobre Brexit, buscas por 'no deal' crescem 3200% no Google – entenda

Por Metro Jornal

Segundo levantamento realizado pelo Google, as buscas por "no deal" – em tradução literal, "nenhum acordo", atingiram nesta semana o nível mais alto de interesse desde junho de 2016, quando britânicos decidiram em referendo que o Reino Unido deixaria a União Europeia.

LEIA MAIS:
VÍDEO: embaixadora do Brasil abandona debate da ONU após bate-boca com Jean Wyllys
VÍDEO: embaixadora do Brasil abandona debate da ONU após bate-boca com Jean Wyllys

O interesse pelo assunto, comparado à semana do referendo, cresceram 3200%. Usuários da ferramenta de buscas do Google trazem dúvidas diversas sobre o assunto. Algumas das principais são, "o que significa um Brexit sem acordo?", "quem votou contra ou a favor uma saída da UE sem acordo?", e "quão provável é um Brexit sem acordo?".

Entenda o caso


No dia 13 de março, o Parlamento britânico rejeitou a possibilidade de deixar a União Europeia sem um acordo. A votação ocorreu após uma segunda derrota de Theresa May, primeira-ministra britânica, em aprovar um acordo para o Brexit.

A proposta da primeira-ministra de adiar a data limite e a saída, no entanto, foi aceita.

Um "no-deal" seria o cenário em que a União Europeia e o Reino Unido se separariam sem ter chego a um acordo que defina os termos desta saída. Isto também significaria que não haveria um período de transição, e a separação seria imediata.

Isto faria com que empresas, consumidores e entidades públicas que transitem entre os dois blocos fossem forçados a dar respostas imediatas às mudanças trazidas com o Brexit.

O cenário é o que traz menos garantias e seguranças a ambos os envolvidos. Segundo cientistas políticos, também seria sinal de um relacionamento ruim entre eles.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo