Projeto do piscinão em São Bernardo deve ser retomado

Por Agência Brasil

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje (13) que vai viabilizar a retomada do projeto do Piscinão do Jaboticabal, em São Bernardo do Campo.

Segundo Doria, o reservatório terá capacidade para conter 900 mil metros cúbicos de água e está em um ponto que ajudaria a evitar alagamentos também na capital paulista, como em outras cidades do Grande ABC.

A obra tem custo estimado em R$ 400 milhões. Doria disse que vai se reunir amanhã (14) com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para obter recursos federais para o projeto.

Leia mais:
Doria decreta luto de três dias por massacre em escola de Suzano
Major Olímpio defende que tragédia de Suzano seria ‘minimizada’ se professores estivessem armados

“O ministro que vai avaliar a disponibilidade. Se tiver dificuldade, vamos complementar a com a solicitação de recursos internacionais, com o BID [Banco Interamericano de Desenvolvimento] ou o Banco Mundial, para que a obra possa ser executada”, ressaltou, após se reunir com prefeitos da região do ABC.

Serão disponibilizados, segundo Doria, R$ 20 milhões do Fundo de Amparo a Região Metropolitana para cuidar das áreas atingidas pela enchente de segunda-feira (11).

O dinheiro vai poder ser usado pela capital paulista e pelas cidades de Santo André, São Caetano, Diadema, Mauá, Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e São Bernardo do Campo. O Departamento de Águas e Energia Elétrica vai trabalhar em conjunto com os municípios afetados para desassorear os córregos da região e diminuir o impacto das próximas chuvas.

O governador também anunciou a abertura de microcrédito de R$ 20 mil para os micro empreendedores que tiveram prejuízos com o temporal. “Para capitalizar essas pequenas empresas para que possam retomar o mais rápido possível os seus trabalhos.”

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo