Tribunal italiano derruba acusação de estupro por considerar vítima 'feia demais para ser estuprada'

Por Metro Jornal

O Ministério da Justiça da Itália ordenou nesta quarta-feira (13) um inquérito preliminar para um tribunal que derrubou um veredito de estupro, com base no argumento de que a vítima era "feia demais" para ser estuprada.

A decisão judicial causou revolta na Itália, incitando um protesto na segunda-feira (11) em frente ao tribunal de Ancona.

protesto tribunal italia Reprodução/Twitter

A sentença foi dada em 2017, por um júri apenas de mulheres, porém as razões que a apoiaram apenas surgiram quando a Suprema Corte italiana a anulou no dia 5 de março, demandando um novo julgamento.

O crime envolveu uma vítima mulher e dois acusados, homens peruanos que foram inicialmente condenados em 2015. Segundo o Ministério da Justiça, o tribunal aceitou o argumento dos supostos estupradores de que a vítima era muito "masculina" para ter sido alvo de estupro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo