Doria decreta luto de três dias por massacre em escola de Suzano

Por Agência Brasil

O governador de São Paulo, João Doria, decretou luto oficial de três dias, acompanhado das bandeiras a meio-mastro, por causa das mortes ocorridas hoje (13) na escola estadual Raul Brazil, em Suzano, no interior de São Paulo.

Em nota, o governador, que hoje (13) interrompeu toda a sua agenda do dia para ir a Suzano acompanhar o caso, disse lamentar profundamente a tragédia e deixar “toda a sua solidariedade aos familiares e amigos das vítimas”.

LEIA MAIS:
Personalidades, políticos e artistas lamentam tragédia em escola de Suzano
Tiroteiro semelhante em escola de Goiânia foi inspirado em Columbine e Realengo em 2017
Polícia divulga nome e idades dos atiradores de escola em Suzano

O governador solicitou ainda apoio imediato a todas as vítimas e famílias, o que implica em apoio psicossocial, psicólogos, alimentação e ambulância. Segundo a assessoria do governo, a prefeitura de Suzano também vai receber apoio material para amparar as famílias. As ações relativas ao sepultamento serão amparadas pelo governo e pela prefeitura.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública confirmou que dois adolescentes armados e encapuzados invadiram a escola Raul Brasil e provocaram a morte de 10 pessoas, além de deixar 10 feridos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo