Dia de limpeza e solidariedade nos bairros atingidos pelas chuvas

Por Metro Jornal

O dia de ontem, mais uma vez, foi de muito trabalho  para as famílias que tiveram as casas invadidas pela água na divisa da Vila Prudente (zona leste) com São Caetano. E também de solidariedade em meio a tantas perdas.

O Metro Jornal voltou a estes locais e encontrou os moradores ainda identificando os bens que não foram destruídos pela enchente. Caminhões e tratores faziam a limpeza das ruas recolhendo restos de móveis e lama.

“A prefeitura tirou o grosso e trouxe uma cesta básica e material de limpeza”, contou a servidora pública Rita de Cássia Sales Arae, 58 anos, que tem recebido donativos de um centro espírita.

A aposentada Sônia Aparecida de Oliveira, 54, ainda contabilizava as perdas, mas também comemorava o fogão que ganhou. “Estou trabalhando muito nesse segundo dia.” Ela foi procurada por equipe de saúde que perguntou sobre sua medicação controlada e prometeu voltar com vacinas contra leptospirose.

Estou vivendo das doações das pessoas que passam por aqui, disse a desempregada Carla Silva Santos, 36.

Desaparecimento

Voltou a chover forte na tarde de ontem na capital.
A enchente invadiu casas no bairro de Guaianases, na zona leste, onde os bombeiros procuram uma mulher de aproximadamente 35 anos que caiu em um córrego.

Na zona norte, uma árvore caiu sobre carro na avenida Nova Cantareira e dois córregos transbordaram.
O CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) prevê mais temporais entre o fim da tarde e o começo da noite de hoje, com possibilidade de alagamentos
.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo