Dois suspeitos de assassinar Marielle Franco são presos no Rio

Por Thaiana de Oliveira - BandNews FM

A Polícia Civil e o MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) prenderam dois suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em março do ano passado. A ação ocorreu por volta das 4h desta terça-feira (12).

Foram presos o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, que foi expulso da corporação. Ronnie é apontado como o responsável por atirar contra o carro em que estava a parlamentar; já Élcio estaria dirigindo o veículo do atirador. Ambos foram denunciados por homicídio qualificado e tentativa de homicídio de Fernanda Chaves – assessora da parlamentar que estava no veículo atacado.

Veja também:
Chuva traz à tona a solidariedade da população em meio ao caos
Investigada na Lava Jato vai comandar o Ibirapuera

De acordo com o Ministério Público, o crime teve um planejamento extenso, de pelo menos três meses antes dos assassinatos. Além das prisões, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão de documentos, computadores, celulares e armas.

Para a Justiça, a Polícia Civil e o MP-RJ pediram a indenização por danos morais aos parentes das vítimas, além de uma fixação de pensão ao filho menor de Anderson até completar 24 anos. Também foi solicitada a suspensão da remuneração e da licença de Lessa para portar arma de fogo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo