Governo de São Paulo anuncia hoje medidas para indústria automotiva no Estado

Por Metro ABC

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), promete apresentar nesta sexta-feira (8) um pacote de medidas de fomento para a indústria automotiva. O anúncio acontece após a Ford dizer que fechará a fábrica de São Bernardo e de ameaça da General Motors de também deixar São Caetano.

Doria já havia afirmado que apresentaria após o Carnaval o resultado das conversas com a direção da GM para que a montadora permaneça. O secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles, intermediou diálogo com fornecedores da GM para redução da margem de lucro.

Veja também:
Mestre de jiu-jitsu morre com 14 tiros no Rio de Janeiro
Carreta tomba e bloqueia sentido litoral da rodovia Anchieta; veja alternativas

O estado tenta auxiliar também a Ford, trabalhando para a venda da fábrica e manutenção dos empregos em São Bernardo. Até agora, três empresas procuraram informações sobre as instalações.

A montadora norte-americana anunciou em 19 de fevereiro que fechará a unidade na cidade após decisão global de deixar de fabricar caminhões, principal produto montado na planta.

Ontem, trabalhadores caminharam da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC até a praça da Matriz, no Centro, onde ocorreu um ato inter-religioso.

Representantes da entidade aguardavam ontem ser recebidos pela direção da matriz da Ford, em Dearborn, nos Estados Unidos. O sindicato tenta reverter a decisão da montadora. A fábrica da Ford emprega 4.800 funcionários diretos e terceirizados em São Bernardo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo