Todo o governo da Finlândia renuncia após falha em aprovar sua 'reforma da previdência'

Por Metro Jornal

Nesta sexta-feira (8), todo o governo da Finlândia renunciou a seus cargos, após uma coalizão governamental falhou em chegar a um consenso sobre a reforma de sua política de bem-estar social.

Isto ocorre apenas um mês antes das eleições marcadas no país.

LEIA MAIS:
FT cita ‘xixigate’ e pergunta se agenda de costumes prejudicará reformas

A ex-primeira ministra do país, Juha Sipila, afirma que toma toda a responsabilidade pelo fracasso da reforma. "Tem sido um desapontamento muito grande para mim", afirmou, acrescentando que a reforma "era um dos nossos maiores projetos".

O objetivo da reforma era reorganizar as políticas para uma população envelhecida, e cortar gastos públicos em quase 3,5 bilhões na próxima década. No momento, aproximadamente 1/5 da população finlandesa tem 65 anos ou mais.

A idade avançada da população tem pressionado o sistema, já que os benefícios e previdências desta população são pagos por trabalhadores em idade hábil. O sistema é similar ao atual sistema previdenciário do Brasil.

No mês que seguirá, o presidente finlandês, que não renunciou, aceitou a renúncia da primeira-ministra e cumprirá a função dela até as eleições.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo