Como fica o rodízio veicular, zona azul e faixas de ônibus nesta quarta em São Paulo

Por Metro Jornal

A Quarta-feira de Cinzas marca, neste 6 de março, o primeiro dia da Quaresma pelo calendário cristão. A data que segue o Carnaval, para muitos, não conta como feriado ou ponto facultativo, marcando o enfim retorno ao trabalho ou aos estudos após a folia.

Pela importância da data, muitos paulistanos ficam confusos em relação ao funcionamento de certas medidas de trânsito na cidade de São Paulo, como rodízio municipal de veículos, vagas de estacionamento rotativo – conhecidas como Zona Azul – e o uso dos corredores e faixas exclusivas de ônibus.

Rodízio municipal

Mesmo com o fim do Carnaval, o motorista cujo veículo possui placa com número final 5 e 6 pode ficar tranquilo. Para esta quarta, o rodízio foi suspenso pela prefeitura e será retomado somente na quinta-feira, para placas com final 7 e 8. A restrição é válida de segunda à sexta-feira no centro expandido nos horários considerados como "picos" de circulação de carros – das 7h às 10h e das 17h às 20h.

Zona Azul

Se na terça-feira de Carnaval o uso das vagas de estacionamento rotativo estavam liberadas – ou seja, poderiam ser usadas sem a cobrança de R$ 5 por hora ou o limite de duas horas para uma vaga –, nesta Quarta-feira de Cinzas vale a regra que estiver na placa.

Motoristas que pararem em uma vaga de Zona Azul devem portanto comprar o ZAD (Zona Azul Digital) para evitar uma multa. Parar em uma vaga de Zona Azul e não comprar o ZAD rende uma infração grave, com 5 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e multa de R$ 195,23.

Para os bolsões internos de estacionamento do parque Ibirapuera, na zona sul, a compra do cartão digital voltará a ficar suspensa nos dias 9 e 10 de março, que fecham a programação do Carnaval de rua da cidade.

Faixas de ônibus

Assim como no caso da Zona Azul, as faixas exclusivas para ônibus à esquerda e à direita ficaram liberadas para circulação durante a terça-feira de Carnaval. Nesta quarta, desde às 4h, o funcionamento é normal, e vale o que as placas de cada via indicarem.

É importante lembrar que cada corredor ou faixa exclusiva pode ser um horário diferente: na avenida 23 de Maio, por exemplo, a proibição para veículos de passeio acontece de segunda à sexta-feira, das 6h às 22h. Já na avenida Alcantara Machado, na radial Leste, sentido centro, a faixa à direita é exclusiva para ônibus 24 horas por dia, sete dias por semana.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo