Após reunião fracassada com os EUA, Coreia do Norte reativa base de lançamento de mísseis

Por Ansa

Após o fracasso da cúpula entre Donald Trump e Kim Jong-un no Vietnã, a Coreia do Norte estaria reconstruindo uma base de teste de mísseis de longo alcance que havia começado a ser desmantelada no ano passado.

Segundo fontes de inteligência da Coreia do Sul, imagens de satélite feitas em 2 de março, dois dias depois do fim da reunião de Hanói, mostram que o regime obteve progressos rápidos na reativação de estruturas na base de Sohae, também chamada de Tongchang-ri.

Um relatório de inteligência indica que o local onde veículos de lançamento são testados antes de seguir para a plataforma de disparo está sendo montado novamente, e dois guindastes de apoio podem ser vistos na base.

LEIA MAIS:
Maduro e Guaidó marcam protestos na Venezuela para sábado
Polícia britânica investiga bombas enviadas a aeroportos e estação ferroviária de Londres

Embora nunca tenha sido utilizado para o lançamento de mísseis balísticos, o local costumava ser usado para testar os motores dos projéteis. Em 2012, o regime utilizou Sohae para colocar um satélite em órbita pela primeira vez.

A base havia sido desmantelada no ano passado, como parte dos esforços de Kim Jong-un para comprovar a intenção de não avançar em seu programa armamentista.

A cúpula do Vietnã fracassou sobretudo em função das exigências da Coreia do Norte para encerrar as atividades de seu maior complexo nuclear, embora os dois lados tenham mantido as portas abertas para as negociações.

A reconstrução da base de Sohae seria um indício de que Pyongyang já se prepara para retomar seu programa de testes balísticos para o caso de um completo fracasso nas tratativas com os EUA.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo