Blocos paulistas vão do rock ao sertanejo nesta segunda

Por Agência Brasil

No penúltimo dia do feriado prolongado de carnaval, as festividades de rua na cidade de São Paulo começam às 9h com O Espetacular Bloco da Charanga do França, no bairro de Santa Cecília, região central. O bloco faz releituras das tradicionais charangas brasileiras, contemplando ritmos como cumbia, maxixe e samba. A expectativa de público é de 10 mil foliões.

Leia mais:
Carnaval de Rua altera 48 linhas de ônibus de São Paulo nesta segunda; veja mudanças
Escolas do Grupo de Acesso desfilam domingo e segunda-feira em SP

Em seguida, às 10h, o Esfarrapado, o mais antigo da cidade, vem com muitas marchinhas clássicas de carnaval, atraindo moradores e amantes da folia para as ruas do Bixiga. Já às 11h, é a vez do Domingo Ela Não Vai, na Avenida Tiradentes, no Centro. Criado em 2015, o bloco é dedicado ao melhor do axé music dos anos 1990, com destaque para as músicas do É o Tchan! tocadas para mais de 100 mil pessoas.

Na Lapa, às 13h, o Cordão Cheiroso estima reunir 5 mil pessoas. Às 14h, no Centro, o Batuq do Glicério faz a festa com sets de DJs, seguindo com uma tradicional roda de samba para depois tocar axé e reggae junto com a bateria do bloco. O Batuq do Glicério finaliza a festa com uma grande batucada. No mesmo horário, no Ibirapuera, o Pinga ni Mim traz a música sertaneja para os foliões, desde músicas de Leandro e Leonardo aos hits de Maiara & Maraísa.

Às 14h30, em Pinheiros, o Jegue Elétrico, sai às ruas do bairro inspirado nas troças e nos cordões carnavalescos de várias regiões brasileiras. A estimativa é reunir 15 mil pessoas. Às 15h, também em Pinheiros, sai o Bloco 77 – Os Originais do Punk. O bloco carnavalesco vai colocar os foliões para dançar ao som de rock, tocado em ritmo de marchinha.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo