Lula vai deixar prisão em Curitiba para estar no velório de seu neto

Por Metro Jornal

A Justiça autorizou no fim da tarde desta sexta-feira (1º) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixe a prisão em Curitiba e compareça ao velório e enterro de seu neto. Arthur Araújo Lula da Silva morreu durante a manhã, aos 7 anos, de meningite.

A autorização, com base na Lei de Execução Penal, foi dada pela juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena do ex-presidente e que, no final de janeiro, barrou a saída de Lula para acompanhar o velório de seu irmão Genival Inácio da Silva, o Vavá, vítima de um câncer de pulmão.

A defesa de Lula, segundo os mesmos advogados, iria ao STF (Supremo Tribunal Federal) pedir a liberação do ex-presidente. Eles desistiram ao serem informados de que Lebbos sinalizou a PF positivamente nos bastidores sobre atender a demanda do político. Após o pedido, o processo em que ocorre a execução penal do petista entrou em sigilo nível 4 – sendo acessado apenas por magistrados, diretores de secretaria e oficiais de gabinete.

Leia mais:
Previsão do Tempo: a chuva continua no primeiro dia de Carnaval em São Paulo
Petrobras recebe multa milionária do Ibama por vazamento de óleo no mar

O político deixará a Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba e virá para São Paulo em uma aeronave do governo do Paraná, cedida pelo governador Ratinho Júnior (PSD) a pedido do órgão. Os advogados de Lula se comprometeram a não divulgar publicamente informações do trajeto, além de atestar os endereços visitados.

O corpo de Arthur será cremado no sábado, às 12h, no Cemitério da Colina, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O local é o mesmo em que a ex-primeira dama Marisa Letícia foi cremada em fevereiro de 2017.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo