Bolsonaro admite baixar idade para mulher se aposentar

Por Metro Jornal

O governo está disposto a negociar pontos da proposta da reforma da Previdência enviada na semana passada ao Congresso. Pela primeira vez, o presidente Jair Bolsonaro admitiu, em encontro com um grupo de jornalistas, que a idade mínima para a aposentadoria de mulheres pode ser reduzida de 62 anos para 60 anos.

Para o presidente, também há “gordura” para cortar na proposta que altera o BPC (Benefício de Prestação Continuada), segundo o site UOL. Esse é um dos pontos que mais tem criado resistência entre os integrantes do Congresso, assim como as novas regras para a aposentadoria rural.

Pela proposta do governo, o BPC, que atualmente paga um salário mínimo para pobres a partir dos 65 anos, passaria a pagar R$ 400 a partir dos 60 anos e o benefício integral, de um salário mínimo, a partir de 70 anos.

O presidente também sinalizou abertura para negociar o percentual da pensão por morte.

No encontro, Bolsonaro afirmou que as modificações que serão feitas pelo Congresso não podem “desfigurar” a proposta. Ele ressaltou que a não aprovação do texto fará com que o país passe por muitas consequências negativas, como alta do dólar, queda das ações das empresas listadas na Bolsa, suspensão de pagamento a servidores e enfraquecimento do governo.

O presidente disse também que, de forma alguma, irá ceder ministérios ou cargos para facilitar a aprovação da reforma, segundo o jornal Valor Econômico.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo