Projeto de ponte entre Santos e Guarujá aguarda licenças ambientais

Por Rádio Bandeirantes

O governo de São Paulo espera que as licenças ambientais para a construção de uma ponte entre Santos e Guarujá sejam concedidas até meados do segundo semestre.

O projeto já está em fase final de avaliação pela Artesp (agência de transporte do Estado). O traçado estudado prevê a conexão entre a rodovia Anchieta, no quilômetro 64, e a rodovia Cônego Domênico Rangoni, no quilômetro 250, na região da praça de pedágio.

Em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, o secretário estadual de Logística e Transportes explicou que a ponte terá 7,5 quilômetros de extensão. Segundo João Octaviano, o novo complexo vai gerar um impacto importante sobre a movimentação de cargas no Porto de Santos e a mobilidade na Baixada Santista.

Leia mais:
Bafômetro: Empresa pode aplicar teste em funcionários
IR 2019: Detalhes sobre veículo e imóvel não serão obrigatórios

Quem utiliza hoje a travessia por balsas para se deslocar entre Santos e o Guarujá diz, no entanto, que a ponte, como está no projeto, pouco vai ajudar.

A construção da ponte ligando Santos ao Guarujá é estimada em quase R$ 3 bilhões e deverá ser custeada pela iniciativa privada, Isso poderá levar a um reequilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão do Sistema Anchieta-Imigrantes, que hoje é administrado pela Ecovias.

Após a concessão das licenças ambientais, a obra levará ao menos dois anos para ser concluída.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo