Mesmo com crescimento de 1,1% no ano passado, PIB ainda tem resultado negativo, avalia economista

Por BandNews FM

Dados divulgados hoje pelo IBGE mostram que o PIB cresceu 1,1% no ano passado, o mesmo índice registrado em 2017. O número indica que o total de riquezas geradas pela economia foi de R$ 6,8 trilhões.

A recuperação que todos esperavam para a economia brasileira não começou ainda, avalia o economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, colunista da BandNews FM. "É o número que o mercado esperava, mas é muito ruim. Normalmente, depois de um período de recessão como o que tivemos, há uma recuperação cíclica, que não aconteceu", afirma Barros.

Leia mais:
Trens que colidiram no Rio ainda não foram retirados dos trilhos
Cine Belas Artes perde logo da Caixa

Para o economista, 2019 tende a ser um ano melhor, mas ele destaca a necessidade de o Banco Central baixar mais os juros. "Está sobrando capacidade de produção e de consumo e o governo ganhou o primeiro 'round' da reforma da Previdência. Mas a margem de lucro dos bancos continua a mesma", explica.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo