Megablocos agitam o primeiro fim de semana oficial de blocos do Carnaval de rua de SP

Por Metro Jornal

Teve marchinha tradicional, samba, funk e rock. Os foliões que lotaram ruas para brincar o Carnaval por toda a cidade neste fim de semana encontraram blocos com trilhas sonoras para todos os gostos. Só ontem, foram 90 blocos, no pré-Carnaval.

Um dos mais tradicionais da cidade, o Acadêmicos do Baixo Augusta levou cerca de 1 milhão de pessoas para a rua da Consolação, segundo os organizadores –a prefeitura não tinha um balanço ontem. O tema foi “Que País é Esse?”, homenagem ao Legião Urbana, que tocou vários de seus sucessos sobre o trio elétrico.

No chão, o estilista e muso do bloco, Walério Araújo, vestia uma fantasia com sete cabeças da cantora Rita Lee. “É uma homenagem para o rock’n’roll”, disse ele, para então dançar com a atriz Mariana Ximenes. A publicitária Agatha Kim, 34 anos, conta que foi ao bloco quando era mais jovem e resolveu repetir a dose. “É uma energia muito gostosa.”

Na avenida Faria Lima, o DJ Dennis também foi seguido por uma multidão que pulou ao som de funk. O Monobloco ocupou toda a avenida Pedro Álvares Cabral, (zona sul). Glitter, franjas, roupas metalizadas e máscaras eram vistas por todo lado.

O ator Tiago Abravanel comandou a folia no Gambiarra, na zona oeste, e ele não ficou só em cima do trio: desceu, foi dançar no chão e fazer selfies com quem estava por ali.

Com marchinhas tradicionais, o ambiente no Nóis Trupica Mais Não Cai, na Vila Madalena, na zona oeste, era “família” – a presença de crianças deu esse tom familiar ao evento. “É a primeira vez que venho. Bem familiar e bacana. Vi que era um ambiente para trazer criança e trouxe a minha sobrinha”, disse Viviane Reis, 35 anos, vendedora.

Bloco carnaval de rua Acadêmicos do Baixo Augusta A atriz Mariana Ximenes dança com o estilista Walério Araújo no Acadêmicos do Baixo Augusta / Henrique Barreto/Futura Press
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo