Presidente do Flamengo vai conversar em separado com famílias que sofreram perdas no incêndio do Ninho do Urubu

Por Agência Brasil

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landin, disse que o clube quer negociar em separado com cada família o valor das indenizações pela morte dos dez atletas no incêndio no Centro de Treinamento George Helal, o Ninho do Urubu, no último dia 8.

“A gente entende que deve conversar em separado com cada família. A gente não abre mão disto”, disse Landin em entrevista coletiva no início da tarde de hoje (24), na sede do clube na Gávea, zona sul do Rio.

Leia mais:
Peter Frampton revela sofrer de doença degenerativa
Petrobras cria gabinetes para tratar de vazamento de óleo em bacia no Espírito Santo

Landin informou que, na última sexta-feira, iniciou conversas em separado com as famílias dos jovens e que tem outras marcadas para esta semana.

“Não posso garantir que todas vão seguir este caminho. Esta é a nossa vontade”, disse, referindo-se aos acordos.

Alegando questões de segurança para as próprias famílias e sigilo de Justiça, Landin não revelou os valores oferecidos pelo clube, mas afirmou que não são de R$ 300 mil a 400 mil, mais um salário mínimo por mês, por dez anos, para cada família.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo